Somente alguns minutos em água quente.

Posts marcados ‘atmosfera’

Duas rodas

Vim fazer uma confissão. Prepare-se:

Eu não sou saudável.

Tudo bem, um pouco sim. Tomo cuidado com a minha alimentação, faço pilates, essas coisas mas, que fique claro, eu ando de bicicleta por alguns motivos muito menos belos do que a maioria das pessoas imagina:

1. Locomoção mais rápida do que ir aos lugares a pé;
2. É mais barato que andar de ônibus;
3. É bem mais seguro para mim e para o resto da população papa-goiaba do que sair por aí de carro;
4. Não pago gasolina nem IPVA e, muito menos, sou multada por ultrapassar a velocidade máxima;
5. Jogo bem menos carbono na atmosfera que você, motorista do 46 que tentou me atropelar.

Na realidade, o motivo principal de eu ter comprado minha bela Caloi Poti foi o fato de eu ter uma preguiça mortal de andar até a universidade. Apesar de meu meio de transporte parecer pesar 13 toneladas e não ter marchas, foi minha segunda melhor compra do ano, superada apenas pela minha alma gêmea, meu MacBook.

Então, povo niteroiense, aceite, eu ando de bicicleta porque sou preguiçosa. Desculpa a decepção, mas eu não podia mais carregar essa omissão nas costas.

Quero aproveitar para fazer um apelo.

O Leandro, que também assume sua queda pelas duas rodas em seu perfil, já deve ter chegado à mesma conclusão que eu: Ninguém respeita os ciclistas.
O fato de não ser nem motorista nem pedestre, deixa o ciclista em um meio-termo que só ele e os outros ciclistas conhecem.

Hoje cedo, eu contava para uma aluna como me irrito quando, na falta de espaço para usar o canto da rua, o motorista que vem atrás faz um estardalhaço. Dizia eu “Se eu fosse um carro, ele não teria de me esperar passar? Os motoristas querem que as bicicletas fiquem nas calçadas e os pedestres querem que fique na rua.” ao que ela me respondeu “Poxa, professora, não tinha pensado nisso. Sempre buzino para as biciletas…”

Então, meus queridos, meu pedido é esse. Se você é um motorista, respeite o ciclista; a rua, por lei, também é dele. Se você é pedestre, olhe antes de atravessar, não é porque a bicicleta é menor que o carro que ela poderá frear a dois centímetros de você. Se você é ciclista, não suba na calçada nem chute retrovisores; não faça com que outros ciclistas sofram com a fama que você criou. E, finalmente, se você se encaixa em mais de um grupo, não se esqueça de um quando está praticando o outro.

E tenho dito. Chá?